Nova técnica para cirurgia de tumores hepáticos

Pesquisadores do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HC/FMUSP) atestaram a eficiência de uma nova técnica cirúrgica para pacientes com metástases no fígado, em casos de câncer colorretal. Denominada ALPPS, a técnica consiste na divisão do fígado em duas partes, uma com os tumores, na qual é cortado o fluxo de sangue, e a outra, sem tumores, que passa a apresentar grande aumento de tamanho. Com a hipertrofia do parte remanescente do fígado, é possível ressecar todas as lesões e deixar para o paciente um volume hepático compatível com uma vida normal.

ALPPS é a sigla em inglês para “associating liver partition and portal vein ligation for staged hepatectomy” (na tradução para o português, “ligadura da veia porta associada à transecção para hepatectomia em dois estágios”). A técnica tem como objetivo fazer uma ressecção hepática estagiada, em dois tempos, promovendo a rápida hipertrofia do fígado que vai ficar em um curto período de tempo.

saiba mais…

Fonte: Jornal da USP

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s