Tratamento alternativo para o glaucoma

Novo tratamento alternativo para o glaucoma baseado em um medicamento de liberação programada

Um novo dispositivo que libera lentamente um medicamento ocular pode ser uma opção promissora para muitos pacientes com glaucoma que lutam com a administração de seus próprios colírios diários. Uma nova pesquisa informa sobre um anel de silicone com medicação que descansa sobre a superfície ocular, que reduz a pressão ocular em pacientes com glaucoma em aproximadamente 20% em 6 meses. A primeira pesquisa publicada sobre este medicamento com tecnologia de liberação continua para o glaucoma foi publicada em Ophthalmology, a revista da Academia Americana de Oftalmologia.

Apesar da disponibilidade de tratamentos eficazes, o glaucoma continua a ser uma das principais causas de cegueira. Aproximadamente 3 milhões de pessoas nos Estados Unidos apresentam essa afecção. Habitualmente é caracterizada pelo aumento da pressão ocular interna, chamada pressão intraocular. Os colírios receitados 1 ou 2 vezes por dia podem reduzir a pressão intraocular para ajudar a prevenir a lesão do nervo óptico. Mas os estudos mostram que muitos pacientes não Utilizam os colírios da forma indicada, devido a fatores como a negligência ou limitações físicas, como a artrite. Alguns estudos demonstram que metade dos pacientes suspende o colírio receitado para o glaucoma após 1 ano, deixando-os vulneráveis à perda da visão.

Os pesquisadores combatem este desafio da adesão ao tratamento com novos métodos de administração de medicamentos. Nesta nova tecnologia que compreende um fino anel de silicone coberto com um medicamento que se libera lentamente ao longo do tempo; um oftalmologista coloca o anel no paciente, sem necessidade de cirurgia. O anel foi projetado para que seja substituído por um oftalmologista a cada 6 meses. Isto elimina a necessidade de que os pacientes com glaucoma se administrem colírios medicado em forma regular.

Oftalmologistas provaram o anel em um estudo clínico em fase 2, em pacientes com glaucoma ou hipertensão ocular. No estudo, 64 doentes foram submetidos à inserção ocular tópica que contem o medicamento para glaucoma bimatoprosta. Também foram indicadas lágrimas artificiais. O grupo controle de 66 pacientes usou uma inserção sem medicação e usaram gotas de timolol a 0,5% 2 vezes por dia, o padrão regulatório para gotas contra o glaucoma. A pressão ocular no grupo bimatoprosta diminuiu 3,2 a 6,4 mmHg em 6 meses, em comparação com 4,2 a 6,4 no grupo de timolol. Em geral, a pressão ocular diminuiu aproximadamente 20% desde a medição inicial em 6 meses no grupo que recebeu o anel com bimatoprosta.

Os autores afirmaram que o dispositivo é seguro e bem tolerado, com uma alta taxa de retenção de 89% para ambos os grupos aos 6 meses. O anel se moveu em 15 pacientes, mas cada vez foi substituído e o que permitiu a continuação do tratamento. Alguns pacientes apresentaram prurido e vermelhidão ocular, o que não é incomum em pacientes que receberam a medicação contra o glaucoma.

“Ao fazer medicamentos eficazes mais acessíveis aos pacientes, esperamos reduzir a perda de visão por glaucoma e possivelmente outras doenças”, disse o autor do estudo James D. Brandt, M.D., diretor do Serviço de Glaucoma do Centro medico UC Davis. “O interessante é que este é apenas um dos muitos métodos de fornecimento de medicação de libertação sustentada projetado para ajudar os pacientes com problemas na administração diária de colírios.”

Está previsto o início de um estudo em fase 3 em um grande grupo de pacientes no final de 2016. Os autores observam que o dispositivo também poderia ser usado para medicamentos diferentes ao glaucoma, com aplicações potenciais para o olho seco, alergias e inflamação. Além disso, a natureza não invasiva do dispositivo e sua área de superfície relativamente grande fazem desta tecnologia um candidato potencial para a administração de diferentes medicamentos oculares a vez, reduzindo ainda mais a carga da autoadministração sobre os pacientes.

Referências:

Brandt et al, Six-month IOP Reduction with a Topical Bimatoprost Ocular Insert: Results of a Phase 2 Randomized Controlled Study. Ophthalmology, May 2016 DOI: 10.1016/j.ophtha.2016.04.026

Fonte: Science Daily
Via Medcenter

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s