HC/FMUSP adota tratamento minimamente invasivo para artrose

Instituto de Ortopedia trata dor causada pelo desgaste das articulações do joelho com técnica lançada nos Estados Unidos

O Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, adotou um método inédito no Brasil minimamente invasivo no tratamento de artrose moderada de joelho (desgaste da cartilagem articular).

A técnica, chamada de subcondroplastia foi lançada recentemente nos Estados Unidos.

O novo procedimento é uma cirurgia minimamente invasiva para tratar os defeitos do osso, causados por lesões na sua parte interna. A técnica vem sendo aplicada por meio de um protocolo de pesquisa no HC. No tratamento os defeitos são preenchidos por um material sintético que substitui o osso na área lesionada. Conforme este material é absorvido, há uma recuperação da medula óssea no local tornando o osso novamente saudável.

Segundo o ortopedista especialista em joelho Marco Demange, do Instituto de Ortopedia e Traumatologia (IOT) do Hospital das Clínicas, o novo método é eficaz quando há sobrecarga e alteração no osso abaixo da cartilagem (defeito ósseo subcondral).

A lesão da medula óssea é um dos principais causadores da dor em artrose no joelho, e aumenta significativamente a predisposição para a necessidade de colocação de prótese. A subcondroplastia está sendo feita em alguns pacientes acompanhados pelo IOT-HC-FMUSP.

Fonte: Portal do Governo do Estado

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s