Outubro Rosa: Tipo raro de câncer de mama ataca a pele

Em 2016, no Brasil, podem surgir 57.960 casos novos de câncer de mama

Dentre os casos de câncer de mama, existe um subtipo raro, agressivo, mas pouco conhecido da população. É o câncer inflamatório de mama, detectado entre 1% e 3% dos casos em todo o mundo, segundo a Sociedade Americana de Câncer. Um carcinoma que envolve a pele e dá a ela um aspecto de casca de laranja. “Esse tipo da doença evolui rapidamente e traz uma reação inflamatória intensa em toda a região afetada”. O alerta é do oncologista Artur Malzyner, do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos.

Esse tumor requer uma grande quantidade de vasos linfáticos para se desenvolver, por isso acaba ultrapassando a área do nódulo, se sobrepondo na mama. “A pele fica vermelha, inchada e com um aspecto de casca de laranja, além de causar um ardor e um incômodo grande para a paciente”, conta Malzyner.

Há tratamentos paliativos para aliviar o ardor e a queimação na pele da mama, mas o tumor deve ser combatido com quimioterapia ou radioterapia. “É um tipo de carcinoma que, apesar da rápida evolução, tem grandes chances de cura”, explica o oncologista. Após o desaparecimento do tumor, a pele frequentemente volta ao normal.

Artur Malzyner lembra que, em caso de anormalidade, seja na aparição de um nódulo ou uma mancha, é importante a mulher procurar seu médico. “O diagnóstico precoce traz grandes chances de cura”, reforça.

Saiba mais…

Fonte: Hospital Edmundo Vasconcelos

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s