UNA-SUS oferece curso gratuito de Vigilância do óbito infantil

Curso de vigilância do óbito infantil, fetal, materno e por causas mal definidas

vigilanciaUNASUSProfissionais de saúde interessados em ampliar seus conhecimentos sobre vigilância do óbito infantil, fetal, materno e por causas mal definidas, já podem se inscrever no mais novo curso desenvolvido pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA), integrante da Rede Universidade Aberta do SUS (UNA-SUS). A capacitação em vigilância em saúde, Vigilância do óbito infantil, fetal, materno e por causas mal definidas está com matrículas abertas até o dia 24 de maio, pelo link.

No Brasil, a vigilância do óbito infantil, fetal e materno é uma experiência que vem se aprimorando continuamente. A partir do fortalecimento dos sistemas de informação em saúde – como o Sistema de Informações Sobre Mortalidade (SIM) e o Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos (Sinasc) – a vigilância pode encontrar as evidências necessárias para subsidiar o desenvolvimento das políticas públicas em saúde e, consequentemente, aprimorar a atenção à saúde em todo o país.

Fruto da parceria com a Secretaria de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde (SVS/MS), o curso tem como objetivo apresentar o processo histórico da construção do Direito à Saúde no Brasil e o panorama epidemiológico da mortalidade infantil, fetal e materna e as relacionadas às causas mal definidas, fazendo uma interseção entre seus principais determinantes condicionantes e causalidade, assim como as ações exercidas pelas equipes de Vigilância em Saúde e Atenção Primária. A carga horária é de 30h, divididas em três módulos de 10h.

De acordo com a coordenadora de ofertas da UNA-SUS/UFMA, Elza Bernardes Monier, conhecer o perfil epidemiológico é fundamental para o delineamento de medidas efetivas para melhoria dos indicadores relativos à mortalidade materna, infantil e fetal. “Assim, será possível o emprego de taxas e determinantes da mortalidade infantil, fetal e materna no processo de trabalho da Vigilância em Saúde”, pontua.

Para isso, o curso traz o panorama dos indicadores de mortalidade infantil, fetal e materna e seus determinantes, focando nas áreas de maior incidência.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s