Instituto de Ortopedia da USP testa nova técnica para tratar artrose do joelho

O desgaste nas estruturas do joelho pode causar muita dor e incapacidade funcional. Uma nova técnica que veio dos Estados Unidos está sendo aplicada em pacientes do Instituto de Ortopedia e Traumatologia (IOT) do Hospital das Clínicas (HC) que sofrem com artrose moderada. O procedimento é minimamente invasivo e reconstrói o osso subcondral (que fica abaixo da cartilagem), lesionado a partir da perda do volume da cartilagem que envolve toda a estrutura do joelho.

A subcondroplastia consiste no preenchimento das áreas lesionadas com material sintético pastoso à base de fosfato de cálcio. A técnica, que vem sendo aplicada por meio de protocolo de pesquisa no HC da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) em 30 pacientes entre 40 e 75 anos, tem se destacado na área médica de ortopedia  por seus resultados surpreendentes. Segundo o ortopedista Marco Demange, chefe do grupo de joelho do IOT, “logo após a cirurgia, que dura em média 30 minutos, os pacientes não mais se queixam de dor e, depois de um ano, há relatos de completa recuperação”. A proposta é melhorar a qualidade estrutural do osso subcondral afetado e proporcionar a reconstrução óssea local a fim de evitar a progressão da artrose.
Fonte: Jornal da USP
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s