Curso online e gratuito aborda saúde global no contexto latino-americano

A Aliança Latino-americana de Saúde Global (ALASAG) convida a participar do curso online “Fundamentos de la Salud Global en América Latina”.

O curso tem início dia 10 de setembro de 2018 e estará disponível para acesso por um total de cinco semanas (de 10 de setembro a 12 de outubro de 2018).

O objetivo é introduzir aos alunos a compreensão e manejo adequado da abordagem da saúde global no contexto latino-americano. O curso está disponível na plataforma de aprendizagem do Instituto Nacional de Salud Pública de México e tem duração de 30 horas (20 horas teóricas e 10 horas práticas) em conteúdos totalmente automatizados e se oferece através da plataforma Moodle.

Direcionado a pessoas com nível mínimo de escolaridade de bacharelado que tenham interesse em conhecer e compreender a abordagem de saúde global.

O conteúdo do curso inclui dez temas categorizados em 4 módulos que serão oferecidos nas seguintes datas:

  • Sessão de alfabetização digital usando a plataforma Moodle (10-14 de setembro)
  • Módulo 1: Contexto da saúde global (17-21 de setembro)
  • Módulo 2: Abordagens e estratégias em saúde global (24-28 de setembro)
  • Módulo 3: Diplomacia e governança global (1-5 de outubro)
  • Módulo 4: Integração de conhecimentos – Saúde global: da teoria à prática (8-12 de outubro)

As inscrições são limitadas!

Para inscrições acesse: https://bit.ly/2KzE1zW

Fonte: Faculdade de Saúde Pública – USP

Anúncios

Biblioteca é notícia no Portal da FMUSP

Já está disponível nova versão do Observatório da Produção Intelectual do Sistema FMUSP-HC

Equipe da Biblioteca Central.

Apresentada à Congregação da Faculdade de Medicina da USP no último dia 29 de junho, a nova versão do Observatório da Produção Intelectual (OPI) do Sistema FMUSP-HC “deixa de ser um repositório para ser efetivamente um observatório da produção intelectual de relevância internacional”, como explica a chefe técnica da Biblioteca da FMUSP, Eidi Raquel Franco Abdalla.

O OPI reúne toda a produção indexada do Sistema FMUSP-HC e de instituições associadas. Para isso, constitui-se em forma de comunidades e subcomunidades. As comunidades são a Faculdade de Medicina, o Hospital das Clínicas e seus institutos, o Hospital Universitário, os Laboratórios de Investigação Médica (LIMs) e o Instituto de Medicina Tropical (IMT) e as subcomunidades seguem a estrutura organizacional de cada órgão.

saiba mais…

Fonte: FMUSP

 

 

Disciplina de Pós-graduação do Programa Doenças Infecciosas e Parasitárias da FMUSP está com inscrições abertas

A Disciplina de pós-graduação, MIP 5722 – Pesquisa Bibliográfica Automatizada em Base de Dados de Medicina Clínica e Especializada em Doenças Infecciosas e Parasitárias, ministrada pela Biblioteca em parceria com o Programa de Pós-graduação em Doenças Infecciosas e Parasitárias da FMUSP (PPG-DIP), está com inscrições abertas até 8 de julho de 2018.

O objetivo é capacitar os alunos no acesso e utilização das fontes de informação e dos recursos de pesquisa bibliográfica automatizada, e em seu uso para as atividades acadêmicas vinculadas à pós-graduação e à investigação científica.

A disciplina é direcionada a pós-graduandos de todas as áreas e regularmente matriculados.

As inscrições devem ser feitas no Janus.

As aulas acontecerão de 5 a 28 de novembro (5, 7, 9, 12, 14, 21, 23, 26 e 28) – segundas, quartas e sextas-feiras das 8:30 às 12h.

Nº. de créditos: 3.

Alunos especiais devem procurar:
Secretária do Programa de DIP: Roseli Antonia Santo
Av. Dr. Enéas de Carvalho Aguiar, 470 – andar térreo sala 06 – Cerqueira Cesar – São Paulo – SP. 05403-000
mipos2@usp.br | mipos1@usp.br
Tel./Fax: (0xx11) 3061-7347

Mais Informações:
ww.fm.usp.br/

Fonte: Biblioteca Central da FMUSP

Ética: temos o direito de escolher os filhos que queremos?

Mayana Zatz, professora doutorada do Departamento de Genética e Biologia Evolutiva do Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo, Brasil, lança seu novo livro genÉtica na Fnac do Chiado, Portugal.

De acordo com Mayana, a genética é a ciência deste século, e vai nos permitir viver mais anos. “O futuro é muito promissor”.

O livro será apresentado pela advogada Paula Martinho da Silva, membro do Comité Internacional de Bioética.

saiba mais…

Fonte: Diário de Notícias (Portugal)

Grau de malignidade de um tumor pode ter relação com a produção de melatonina

Avaliar a capacidade das células tumorais de produzir o hormônio melatonina pode se tornar uma estratégia inovadora de medir o grau de malignidade em alguns tipos de câncer, entre eles tumores do sistema nervoso central, pulmão, intestino, pâncreas e bexiga.

Em estudos conduzidos no Instituto de Biociências (IB) da USP, o grupo coordenado pela professora Regina Pekelmann Markus mostrou que, nesses casos, o nível de expressão dos genes codificadores das enzimas que sintetizam e degradam melatonina permite predizer que tumores menos agressivos produzem maior quantidade desse hormônio.

As análises revelaram ainda que a maior produção local se correlacionava com uma maior sobrevida dos pacientes. “Estamos agora avaliando em parceria com o professor Valtencir Zucolotto, da USP de São Carlos, a possibilidade de criar um kit para medir o nível de melatonina em amostras de tecido tumoral obtidas por biópsia. Além de auxiliar no prognóstico da doença, a tecnologia abriria caminho para novas abordagens terapêuticas”, disse Markus à Agência FAPESP.

Os trabalhos da pesquisadora com melatonina tiveram início ainda nos anos 1990. Por meio de estudo com roedores, ela demonstrou que o hormônio que sinaliza para o organismo que está escuro e, portanto, é hora de descansar, poderia ser produzido em outros locais do organismo além da glândula pineal, situada dentro do cérebro, como até então era conhecido.

Demonstrou ainda a importância da produção periférica de melatonina na regulação de processos inflamatórios em diferentes contextos fisiológicos e fisiopatológicos.

saiba mais…

Fonte: Jornal da USP

Lançada nova versão do Observatório de Produção Intelectual – OPI

http://www.observatorio.fm.usp.br

Em 29/06/2018 foi lançada, na Congregação da Faculdade de Medicina da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, a nova versão do Observatório da Produção Intelectual  do Sistema FMUSP-HC (OPI).

A versão conta com novos layout e funcionalidades:

  • Índice H da Comunidade e Subcomunidade;
  • Gráficos da produção científica de artigos indexados.
  • Lista de publicações com número de citação;
  • Página personalizada;
  • Afiliação do pesquisador no Sistema;
  • Link para o Currículo Lattes; ResearcherID e ORCID;
  • Opção de exportação para gerenciadores de referência;
  • Quadro de coautoria com o Sistema;

O OPI, além de ser um repositório institucional, é um observatório da Produção Intelectual do Sistema FMUSP-HC. Tem o compromisso de coletar, organizar, analisar, preservar e disponibilizar essa produção, de modo a contribuir com a gestão do conhecimento relacionado à pesquisa científica na área das Ciências da Vida e da Saúde.

Fonte: Biblioteca Central