Colaboração e cooperação são fundamentais para tornar a ciência aberta uma realidade

A causa por boas práticas de pesquisa e dados abertos para resultados da pesquisa é cada vez mais inquestionável. O acesso aberto aos dados da pesquisa pode ajudar a acelerar o ritmo de progresso das descobertas e oferecer mais valor ao permitir a reutilização e reduzir a duplicação. Boas práticas de dados também tornam a pesquisa mais eficiente, eficaz e satisfatória para os pesquisadores. Como revelam os dados do Digital Science Open Data survey 20171, a comunidade de pesquisa reconhece o valor dos dados abertos, mas boas práticas e compartilhamento de dados ainda estão longe do status quo.

Springer Nature e suas publicações têm defendido as boas práticas de dados há mais de uma década. Os esforços recentes concentraram-se no crescimento das opções de publicação de dados para gerar crédito e no fortalecimento e simplificação das nossas políticas de dados. Nosso foco futuro é no apoio e incentivos para permitir o compartilhamento e gerenciamento de dados, além dos dados abertos, construídos em colaboração com a comunidade de pesquisa.

[Publicado originalmente no blog LSE Impact of Social Sciences em Outubro/2017]

saiba mais…

Fonte: SciELO

Anúncios

Liebert Open Access Journal

A plataforma Liebert Open Access contém um portfólio de revistas de acesso aberto, que cobrem todas as áreas da ciência.

Na plataforma é possível ler, baixar e compartilhar os artigos.

Acesse gratuitamente:
http://www.liebertopenaccess.com/OAJournals

Nova geração de métricas

Grupo Europeu de Especialistas em Altmetrics publica Relatório sobre o papel da nova geração de métricas, incluindo altmetrics, para a Ciência Aberta na Europa.

O relatório, disponível em #AcessoAberto, descreve como as novas métricas estão avançando no contexto da Open Science.

Confira: https://ec.europa.eu/research/openscience/pdf/report.pdf

Fonte: SIBiUSP

O que os autores precisam saber sobre modelos de publicação em acesso aberto

Open Access (OA) é quando as publicações são disponibilizadas gratuitamente online para todos, sem nenhum custo e com restrições muito limitadas relacionadas à reutilização.

O modelo de Acesso Aberto é particularmente importante para os autores aumentarem a exposição de seu trabalho, atrairem financiamento, etc.

A Springer lista 7 itens que os pesquisadores devem saber sobre OA.

Acesse: http://bit.ly/2dST0Qo

Fonte: Springer Brasil

Springer oferece várias opções de publicação em #AcessoAberto

A Springer oferece uma variedade de opções de acesso aberto para autores publicarem suas pesquisas.

Não importa qual opção você escolher, todas as publicações de acesso aberto estão sujeitas a revisão por pares de alta qualidade, editorial e processos de produção. O usuário retém direitos autorais e pode facilmente cumprir mandatos de acesso aberto.

saiba mais aqui!

Fonte: Springer

Novo Portal de acesso gratuito da CAPES

educapesA Diretoria de Educação a Distância – DED/CAPES desenvolveu um novo portal educacional online: o eduCAPES, portal de objetos educacionais abertos para uso de alunos e professores da educação básica, superior e pós graduação que busquem aprimorar seus conhecimentos.

O eduCAPES engloba em seu acervo milhares de objetos de aprendizagem, incluindo textos, livros didáticos, artigos de pesquisa, teses, dissertações, videoaulas, áudios, imagens e quaisquer outros materiais de pesquisa e ensino que estejam licenciados de maneira aberta, publicados com autorização expressa do autor ou ainda que estejam sob domínio público.

O portal permite a inclusão de materiais abertos que estejam mapeados em algum esquema de metadados.

O portal utiliza a tecnologia DSpace que suporta nativamente os padrões de metadados Dublin Core e armazena arquivos em qualquer tipo de formato digital. O acesso aos materiais é feito de forma híbrida: pode ser feito por meio de sincronismo, remetendo a repositórios parceiros ou pela ferramenta busca, que retorna materiais hospedados no próprio portal. A sincronia permite – por exemplo, que novos Objetos de Aprendizagem (OAs) sejam detectados nos repositórios e/ou automaticamente excluídos os que foram removidos.

Acesse o portal aqui!

Fonte: Pesquisa Mundi

Requisitos para editoras publicarem em AcessoAberto

wellcomeWellcome Trust divulga requisitos para editoras publicarem em #AcessoAberto
O Wellcome Trust anunciou no último dia 06 de setembro a adoção de um conjunto de requisitos esperados das editoras para que publiquem em acesso aberto.

Instituição privada de apoio à pesquisa biomédica com sede em Londres, Reino Unido, o Wellcome Trust é descrito pelo jornal Financial Times como o maior provedor de financiamento não-governamental para a pesquisa científica e um dos maiores fornecedores do mundo do Reino Unido, sendo, no campo da pesquisa médica, o segundo maior financiador privado do mundo após a Fundação Bill & Melinda Gates.

Saiba mais sobre os requisitos anunciados [em inglês]: https://wellcome.ac.uk/news/why-we-have-set-publisher-requirements.

Fonte: SIBiUSP