Campanha Janeiro Branco coloca a Saúde Mental em evidência

Estudos apresentados pela OMS (Organização Mundial de Saúde) e Ministério da Saúde do Brasil indicam que o país tem um crescimento vertiginoso de problemas relativos à Saúde Mental é à Saúde Emocional. Segundo dados de 2017 da OMS, a sociedade brasileira é a recordista latino-americana em casos de depressão, a campeã mundial em relação à ansiedade e o 4º colocado em relação ao crescimento das taxas de suicídio entre os jovens da América Central e da América do Sul.

A campanha Janeiro Branco é planejada e projetada para a promoção de ações, orientações e reflexões a respeito das condições e características emocionais dos seres humanos, buscando dar mais visibilidade ao tema que é de grande relevância. O projeto preza pela Saúde Mental, buscando estratégias políticas, sociais e culturais para que o adoecimento emocional seja prevenido, conhecido e combatido em todos os espaços em que o ser humano se faz presente.

Isso acontece por meio de ações e intervenções urbanas que tenham como tema central a Saúde Mental, resultando na criação de uma cultura de Saúde Mental entre os seres humanos e a valorização da Saúde Mental no SUS e nas redes públicas e privadas de saúde no Brasil e no mundo.

Campanha 2018

Este ano, a Campanha Janeiro Branco chega a sua 5ª edição.

Sites voltados às temáticas da psicologia, psiquiatria e demais áreas ligadas à saúde e à assistência social de todo o país estão aderindo à proposta e organizando ações em suas cidades, como compartilhamento de posts nas redes sociais, palestras sobre Saúde Emocional em salas de espera de hospitais, em escolas, empresas, parques, auditórios e todos os espaços públicos e privados em que as pessoas possam ser inspiradas e incentivadas a pensarem sobre Saúde Mental em uma perspectiva preventiva, tanto individuais quanto coletivas.

Também há distribuição de balões e fitas brancas em praças das cidades, tira-dúvidas virtual e presencial sobre Saúde Mental e a importância da Psicoeducação, entrega de panfletos explicativos  em escolas e empresas. Há, ainda, a proposição de Projetos de Lei às autoridades locais, regionais e nacionais para que o mês de janeiro seja legalmente reconhecido como o Mês do Janeiro Branco e da Conscientização sobre Saúde Mental nos calendários oficiais dos municípios e estados brasileiros.

Mais informações:
www.facebook.com.br/campanhajaneirobranco

Fonte: CREMESP

HC promove campanha de prevenção do câncer de pele

A Clínica de Dermatologia do Hospital das Clínicas realizará no dia 2 de dezembro um mutirão para diagnóstico e prevenção do câncer de pele.

A doença, quando identificada precocemente, tem 90% de chances de cura.

Segundo o dermatologista Eugênio Pimentel, responsável pela campanha, devem procurar atendimento médico as pessoas que apresentam múltiplas pintas, manchas ou pintas que estão se modificando, feridas que não cicatrizam ou lesões de crescimento rápido e/ou contínuo.

Os atendimentos são gratuitos e acontecem das 9h às 15h, no ambulatório da Dermatologia (5º andar do Prédio dos Ambulatórios – Av. Enéas de Carvalho Aguiar, 155).

Fonte: HC/FMUSP

 

Inrad promove Campanha de prevenção

biblioteca_910_anatomia_saudeNesta semana, pacientes e acompanhantes do Instituto de Radiologia do Hospital das Clínicas da FMUSP estão recebendo orientações sobre prevenção, fatores de risco, sintomas e tratamento do câncer de mama.

A equipe multidisciplinar também distribuiu broches com o símbolo do Outubro Rosa para lembrar a importância do diagnóstico precoce. Além disso, os colaboradores do InRad participaram de palestra de conscientização e também puderam tirar suas dúvidas sobre a doença.

Fonte: HC/FMUSP

Campanha de prevenção do câncer de pele

A Clínica de Dermatologia do Hospital das Clínicas da FMUSP realizará exames para diagnóstico precoce do câncer de pele no público interessado. O público terá orientação sobre como prevenir o câncer de pele. Serão distribuidos folhetos educativos para maior disseminação das informações. O câncer de pele é caracterizado pelo crescimento anormal e descontrolado das células que compõem a pele. A radiação ultravioleta é a principal responsável pelo seu desenvolvimento. Para a assistência, a Clínica de Dermatologia mobilizará cerca de 60 profissionais, entre médicos, enfermeiros, voluntários e administrativos. O atendimento faz parte da Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer de Pele, realizada pela Sociedade Brasileira de Dermatologia. O atendimento será feito das 9h às 15h, no Prédio dos Ambulatórios, no dia 26/11/2011.