Prêmio Nobel de Medicina de 2017

Jeffrey C. Hall, Michael Rosbash, e Michael W. Young, conseguiram “estudar o relógio biológico e elucidar o funcionamento interno dele.
As descobertas deles explicam como as plantas, os animais e os humanos adaptam o próprio ritmo biológico para sincronizá-lo com as revoluções da Terra”, afirmou a Nobel Assembly no Karolinksa Institutet, em Estocolmo (Suécia) em uma declaração à imprensa.

Trabalhando com moscas da fruta, os laureados pelo Nobel isolaram o gene period, que controla o ritmo biológico diário normal. Eles demonstraram que esse gene codifica uma proteína chamada PER, que se acumula na célula durante a noite e se degrada durante o dia.

 “Assim, os níveis de proteína PER oscilam ao longo de um ciclo de 24 horas, em sincronia com o ritmo circadiano”, explica a organização.

Posteriormente os cientistas identificaram componentes proteicos adicionais deste mecanismo, expondo o mecanismo que governa o relógio autossustentável dentro da célula. “Nós agora reconhecemos que os relógios biológicos funcionam pelos mesmos princípios em células de outros organismos multicelulares, inclusive humanos”, disse a organização.

“Com extrema precisão, o relógio interno adapta a fisiologia para fases dramaticamente diferentes do dia. O relógio regula funções críticas como comportamento, níveis de hormônio, sono, temperatura corporal e metabolismo”, observam eles.

“As descobertas realizadas pelos laureados, que mudaram paradigmas, estabeleceram princípios mecanicistas para o relógio biológico”, afirmou a organização do Nobel.

“Desde as descobertas seminais pelos três laureados, a biologia circadiana se desenvolveu em um campo de pesquisa dinâmico, com implicações para a saúde e o bem-estar”.

O Dr. Hall concluiu seu doutorado em 1971 na Universidade de Washington, em Seattle, e foi fellow de pós-doutorado no California Institute of Technology,em Pasadena, de 1971 a 1973. Ingressou no corpo docente da Brandeis University, em Waltham, Massachusetts, em 1974. Em 2002, ele se associou à University of Maine.

O Dr. Rosbash concluiu seu doutorado em 1970 no Massachusetts Institute of Technology,em Cambridge. Durante os TREs anos seguintes, ele foi fellow de pós-doutorado na University of Edinburgh, na Escócia. Desde 1974, ele pertence ao corpo docente na Brandeis University, em Waltham, Massachusetts.

O Dr. Young concluiu seu doutorado na University of Texas, em Austin, em 1975. Entre 1975 e 1977, foi fellow de pós-doutorado na Stanford University, em Palo Alto. Desde 1978 ele pertence ao corpo docente na Rockefeller University, em Nova York.

Anúncios

Professor da FMUSP é empossado na Real Academia de Medicina da Catalunha

O professor titular da Faculdade de Medicina (FM) da USP, Flair José Carrilho, foi empossado como Acadêmico de Honra da Real Academia de Medicina da Catalunha, em Barcelona, na Espanha.

Carrilho é o primeiro brasileiro a receber essa honraria. Entre os 65 acadêmicos de Honra da Real Academia, há dez ganhadores de Prêmios Nobel, como Alexander Fleming, James Dewey Watson e Françoise Barré-Sinoussi.

A Real Academia de Medicina da Catalunha foi uma das primeiras escolas práticas para formar cirurgiões. Criada em 1770, impulsiona os estudos sobre a história da Medicina, debates sobre as atuais questões sanitárias, além de ser um órgão consultivo das administrações sanitárias e de justiça da Catalunha.

O diretor da FM, José Otávio Costa Auler Junior, representou o reitor da Universidade, Marco Antonio Zago, na cerimônia, realizada no último dia 19 de setembro. “Esse é o reconhecimento da importância do professor Flair no cenário acadêmico e científico internacional”, destacou Auler.

Graduado em Medicina pela Universidade Estadual de Londrina, Flair José Carrilho é chefe do Departamento de Gastroenterologia da FM e da Divisão de Gastroenterologia e Hepatologia Clínica do Hospital das Clínicas. Foi presidente do Conselho Diretor do Instituto Central do HC no período de 2006 a 2014.

A ligação de Carrilho com a Catalunha é antiga. Entre 1974 e 1976, fez residência médica em Gastroenterologia na Universidad Autonoma de Barcelona e foi pesquisador associado em Hepatologia pela Universitat de Barcelona. Continuou a ter contato com a cidade, especialmente com o Serviço de Hepatologia do Hospital Clínic de Barcelona, onde foi o primeiro pesquisador estrangeiro a atuar. Com sua influência nas áreas de gastroenterologia, hepatologia e transplante de fígado, foi responsável por levar mais de 100 médicos brasileiros à cidade catalã desde os anos 1980.

Além disso, desde 2002, organiza um encontro internacional bianual no Brasil envolvendo médicos catalães e brasileiros. Também foi responsável, em 2009, pela assinatura de um acordo entre a FM e a Academia, a fim de promover a integração de centros especializados entre a América Latina e a Catalunha, a formação de profissionais em pesquisa médica e a investigação e o intercâmbio de informações científicas.

Fonte: Assessoria de Comunicação da FMUSP

Bolsa de pós-doutorado no ICESP

O Instituto do Câncer Instituto do Câncer de São Paulo Octavio Frias de Oliveira- ICESP oferece uma oportunidade de Pós-Doutorado em seu Laboratório de Vetores Virais do Centro de Investigação Translacional em Oncologia, com Bolsa da FAPESP.

O prazo de inscrição termina em 4 de outubro de 2017.

A Bolsa está vinculada ao Projeto Temático “Terapia gênica do câncer: alinhamento estratégico para estudos translacionais”.

O projeto envolve a utilização de metodologias de biologia celular e molecular – especialmente a cultura regular de linhagens celulares de melanoma humano e também cultivo em 3D de células tumorais primárias derivadas de pacientes portadores de melanoma – para estudar a resposta celular ao tratamento com os vetores adenovirais. O estudo incluirá a aplicação das células tratadas em modelos ex vivo de ativação de células dendríticas e células T. Em paralelo, modelo PDX (patient derived xenograft) será explorado.

Os candidatos interessados devem ter concluído o doutorado em área relacionada ao projeto pretendido, como Farmácia, Microbiologia ou Bioquímica. A posição requer experiência prévia em Biologia Celular e Molecular e conhecimento de modelos envolvendo células dendríticas e sua caracterização, além de experiência em cultura regular de células e em modelos que envolvam o uso de vetores virais. Também são desejáveis inglês fluente e capacidade de manipulação de animais de biotério (principalmente camundongo).

A seleção será feita por meio de avaliação de seu curriculum vitae e das cartas de recomendação. Caso haja necessidade uma entrevista presencial ou via Skype poderá ser realizada.

Os interessados deverão enviar, em formato PDF, para o professor coordenador do projeto, Bryan E. Strauss, via e-mail (bryan.strauss@hc.fm.usp.br): 1) Currículo Lattes atualizado; 2) Carta de interesse, explicitando os motivos para a sua inscrição para a posição; 3) Duas cartas de recomendação emitidas por profissionais de sua área de atuação.

A vaga está aberta a brasileiros e estrangeiros. O selecionado receberá Bolsa de Pós-Doutorado da FAPESP no valor de R$ 7.174,80 mensais e Reserva Técnica. A Reserva Técnica de Bolsa de PD equivale a 15% do valor anual da bolsa e tem o objetivo de atender a despesas imprevistas e diretamente relacionadas à atividade de pesquisa.

Fonte: FAPESP

USP abre inscrições para Programas de residência na área da saúde

inovaçõesDe 20 de julho a 17 de agosto, a Fuvest recebe inscrições de candidatos interessados em participar dos Programas de Residência em Área Profissional da Saúde da USP, nas modalidades uni e multiprofissional, período letivo 2018 a 2020. As normas do processo seletivo foram estabelecidas pela USP por meio da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária e da Comissão de Residência Multiprofissional (Coremu).

Essa residência é uma modalidade de ensino de pós-graduação lato sensu destinada às profissões da saúde, sob a forma de curso de especialização. Ela é caracterizada por ensino em serviço, com carga horária de 60 horas semanais, incluindo plantão, e duração mínima de dois ou três anos anos.

Poderão participar os candidatos que concluíram ou venham a concluir, até o dia 1º de março de 2018, bacharelado em um dos seguintes cursos de graduação: Biomedicina, Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Física, Física Médica, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Medicina Veterinária, Nutrição, Odontologia, Psicologia, Serviço Social e Terapia Ocupacional, e que, até o dia da matrícula, obtenham a inscrição definitiva ou provisória no respectivo conselho regional de classe, sempre que for aplicável.

A taxa de inscrição é de R$ 265,00 e deve ser feita na área Usuários do site da Fuvest. O processo seletivo terá duas fases. A primeira será constituída de prova objetiva, realizada nos municípios de Bauru, Ribeirão Preto e São Paulo, no dia 3 de setembro.

A segunda fase – realizada obrigatoriamente no município que sedia a primeira (ou única) opção do candidato – é composta de duas etapas: etapa 1, prova dissertativa, ocorrerá em 8 de outubro, e a etapa 2, análise curricular presencial, de 9 a 11 de outubro.

Serão oferecidas 211 bolsas, divididas em 11 agrupamentos. Cada candidato poderá concorrer, em sua área profissional, a até dois programas ou áreas de concentração de um mesmo agrupamento. A residência prevê ainda uma bolsa para os classificados no valor de R$ 3.330,43 que será custeada pelo Ministério da Saúde.

Os programas de residência da USP têm carga horária total mínima de 5.760 horas, com atividades teóricas e práticas e devem ser cursados em regime de dedicação exclusiva, não sendo permitido desenvolver outras atividades profissionais no período de sua realização.

Mais informações: site http://www.fuvest.br

Da Assessoria de Imprensa da Fuvest

FMUSP na Rádio USP

A Faculdade de Medicina, o Instituto de Estudos Avançados (IEA) e a Superintendência de Comunicação Social (SCS) da USP firmaram uma parceria para discutir os problemas centrais do país e, ao mesmo tempo, apresentar o caráter propositivo da Universidade.

Por meio dessa parceria, a Rádio USP iniciou o “Jornal da USP”, que vai ao ar de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 9h30, em São Paulo (93,7 MHz), em Ribeirão Preto (107,9 MHz) e na internet pelo jornal.usp.br/radio. As entrevistas estão disponíveis no site do Jornal da USP.

Abaixo segue os links das entrevistas concedidas por professores e pesquisadores da FMUSP.

– Foi ao ar em 06/04/2017
http://jornal.usp.br/atualidades/perspectiva-para-cura-do-hiv-pode-se-tornar-concreta-em-tres-anos/
– Foi ai ar em 10/04/2017
http://jornal.usp.br/atualidades/achados-sobre-alzheimer-sao-pecas-de-quebra-cabeca-diz-professor/
– Foi ao ar em 18/04/2017
http://jornal.usp.br/atualidades/tratamento-reparador-de-genitalia-atipica-ainda-e-pouco-conhecido/
– Foi ao ar em 08/05/2017
http://jornal.usp.br/atualidades/pesquisa-ainda-busca-comprovar-uso-medicinal-da-cannabis/
– Foi ao ar em 12/05/2017
http://jornal.usp.br/atualidades/campanhas-de-conscientizacao-sao-vitais-na-prevencao-do-suicidio/
– Foi ao ar em 19/05/2017
http://jornal.usp.br/atualidades/hospital-das-clinicas-lanca-manual-para-medicina-de-familia/
– Foi ao ar em 19/05/2017
http://jornal.usp.br/atualidades/atualidadesjornal-da-usp-190517-envelhecimento-nao-e-causa-principal-de-doencas-entre-idosos/
– Foi ao ar em 26/05/2017
http://jornal.usp.br/atualidades/pilula-de-prevencao-no-sus-e-vitoria-contra-epidemia-de-hiv/
– Foi ao ar em 30/05/2017
http://jornal.usp.br/atualidades/dependente-do-crack-deve-ter-laco-de-confianca-durante-tratamento/
– Foi ao ar em 21/06/2017
http://jornal.usp.br/atualidades/expedicao-cirurgica-leva-atendimento-a-populacoes-carentes/
– Foi ao ar em 26/06/2017
http://jornal.usp.br/atualidades/sem-internacao-tratamento-com-cateter-reduz-tamanho-da-prostata/
– Foi ao ar em 28/06/2017
http://jornal.usp.br/atualidades/vitima-de-violencia-domestica-deve-receber-maior-atencao-da-saude/
– Foi ao ar em 28/06/2017
http://jornal.usp.br/atualidades/cientistas-discutem-como-melhorar-reprodutibilidade-da-pesquisa/

Fonte: FMUSP

CONGRESSO BRASILEIRO DE BIOÉTICA

Estão abertas as inscrições para participar do XII CONGRESSO BRASILEIRO DE BIOÉTICA promovido pela Sociedade Brasileira de Bioética, e do IV CONGRESSO BRASILEIRO DE BIOÉTICA CLÍNICA promovido pelo Conselho Federal de Medicina – CFM.

Os Congressos serão realizados entre 26 e 29 de setembro de 2017, nas dependências do Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira em Recife, Pernambuco.

O tema central deste ano será “Liberdades e Responsabilidades”.

Mais informações:
http://www.cbbioetica.com.br
Telefone (81) 3062- 6505
e-mail bioetica@pmaiseventos.com

Local:
Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira (IMIP)
Hospital Dom Pedro II
Rua dos Coelhos, 300 – Boa Vista, Recife – PE, 50070-550

Fonte: FAPESP

 

Novo número da Revista de Medicina

A Revista de Medicina do Centro Acadêmico Oswaldo Cruz – Faculdade de Medicina da USP já está com novo número disponível online.

Acesse:

Editorial

Para Além dos Muros
Pablo Rodrigo Andrade da Silva, Viktor Sinkunas
i-i
Artigos
Paula Pereira Teodoro, Tatiane Mitsue Koga, Maria Vilela Pinto Nakasu
63-72
Daniela Rodrigues da Silva, Livia Rossetti de Abreu e Lima, Chao Lung Wen
73-80
Jacqueline Kaori Tozaki Tamada, Aline Skawinski Dalaneze, Luci Mendes de Melo Bonini, Tatiana Ribeiro de Campos Melo
81-87
André Torreão Machado, Ricardo Waksman, Daher Cezar Chade, Maurício Dener Cordeiro, Álvaro Sadek Sarkis, William Carlos Nahas
88-93
Vivian Romanholi-Cória, Ingrid Helen Grigolo, Verena Mattos Mutter et al.
94-102

Artigo de Revisão

Mariana de Antonio Corradi, Amanda Barbosa Lisboa, Renerio Fráguas Junior
103-115

Relato de Caso

Daniel Rosa Moreira, André Luis Santana Gonçalves, Renato dos Santos Aucelio, Kamila Gonçalves da Silva
116-120
Fabiana Necer Ferreira Cabral, Talita Cristina Cardoso da Silva, Franc Jorge Sampaio Santos Pereira, Maxsuel França Cruz Vieira, Platão de Barros Júnior
121-124
Livia Rossetti de Abreu e Lima, Filomena Regina Regina Barbosa Gomes Gallas
125-130
João Victor Vecchi Ferri, João Peron Moreira Dias da Silva, Umberto de Oliveira Filho, José Augusto Froner Bicca, Daniel Brito de Araujo
131-133

Cartas ao Editor

Marina Candido Visontai Cormedi, Maria Aparecida Azevedo Koike Folgueira