Pesquisa avança na busca de novas terapias para malária

 

A busca pela eliminação da malária tem como base a combinação de medidas que visam tratar os pacientes e impedir a transmissão da doença. Uma nova pesquisa aponta que uma molécula investigada para tratamento do câncer pode contribuir para alcançar este objetivo. Em camundongos, considerados modelo para estudo da malária cerebral, complicação mais grave da infecção, a administração do composto conhecido como DON (6-diazo-5-oxo-L-norleucina) reduziu significativamente a presença dos parasitos Plasmodium no sangue, prevenindo a morte dos animais e bloqueando a transmissão para os mosquitos.

“A pesquisa mostra que o composto interrompe o ciclo de vida do parasito. Com o tratamento, o desenvolvimento do Plasmodium no interior das hemácias [células sanguíneas] é bloqueado. Portanto, os sintomas não se estabelecem e o mosquito não se infecta ao sugar o sangue dos animais. Esses resultados apontam para o potencial de DON como mais uma força em terapias combinadas em busca de uma intervenção eficiente contra a malária”, afirma Alexandre Morrot, pesquisador do Laboratório de Imunoparasitologia do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz) e coordenador do estudo.

Publicado na revista científica Frontiers in Microbiology, o trabalho foi liderado pelo IOC em parceria com a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). No IOC, além do Laboratório de Imunoparasitologia, participaram os Laboratórios de Pesquisa em Malária e de Biologia Molecular e Doenças Endêmicas. A Universidade de Nova York, nos Estados Unidos, também colaborou com o estudo. A pesquisa foi financiada pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj) e Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

saiba mais…

Fonte: FIOCRUZ

HC-FMUSP busca voluntárias na pós-menopausa para tratamento

voluntarioA Clínica de Ginecologia do Hospital das Clínicas da FMUSP está recrutando 132 mulheres na pós-menopausa, para estudo que busca avaliar os efeitos de nova medicação à base de testosterona para a melhora de queixas desta fase.

O estudo terá duração de seis meses.

As interessadas podem se inscrever pelo e-mail: projetotestosteronahc@gmail.com para triagem.

As voluntárias não podem usar antidepressivos, ter pressão alta sem controle, câncer e diabetes grave.

Fonte: HC-FMUSP

 

 

Webinar “Compartilhe seus dados de pesquisa com o mundo”

Compartilhe seus dados de pesquisa com o mundo

A Editora Elsevier, promove, no dia 23 de abril às 14h o Webinar: Researcher Academy.

Longe vão os dias em que os dados de pesquisa estão enterrados em arquivos de computador. Hoje, é vital compartilhar dados de pesquisa se você quiser promover a transparência, a reprodutibilidade e contribuir para a confiança na ciência. No entanto, as questões sobre privacidade de dados, ferramentas para compartilhamento de dados e diretrizes complicadas de submissão impedem que os cientistas tornem seus dados públicos ou os publiquem.Se você tiver preocupações semelhantes, participe do próximo seminário on-line da Researcher Academy para discutir os problemas mais prementes enfrentados pelos pesquisadores no compartilhamento de dados.Os palestrantes discutirão os benefícios da publicação de dados de pesquisa, melhores práticas na busca de repositórios apropriados e garantia de privacidade de dados.

Inscrições no link: https://bit.ly/2UMosJu

Fonte: SIBiUSP

IPq recruta voluntários com epilepsia para pesquisa e tratamento

voluntarioTriagem de pacientes voluntários com diferentes tipos de epilepsia

O Grupo de Estudo em Epilepsia do Instituto de Psiquiatria do HC-FMUSP está com triagens abertas para estudo e tratamento de pacientes (homens e mulheres), da infância à fase adulta, que apresentem os seguintes tipos de epilepsia:
Epilepsia Rolândica ou Epilepsia da Infância com Paroxismos Centrotemporais – tipo de epilepsia benigna infantil que geralmente é resolvida na adolescência. Ela se caracteriza por convulsões durante o sono e envolvem tremores, demência ou formigamento;
Epilepsia Mioclônica Juvenil – tipo de epilepsia benigna que se manifesta perto do período da puberdade, caracterizada por tremores rápidos no corpo;
Epilepsia de Lobo Temporal – uma das síndromes epilépticas mais comuns no adulto, embora o início das crises frequentemente ocorra na infância. Pacientes com este tipo de epilepsia costumam se queixar de dificuldades importantes de memória;
Reabilitação cognitiva para pacientes com epilepsia mioclônica juvenil – abordagem que busca compensar as dificuldades cognitivas (memória, atenção, aprendizagem, impulsividade, etc.) presentes na vida do paciente, visando proporcionar maior integração social do indivíduo.
Informações completas e inscrições no site:
https://www.epilepsiahc.org/

Fonte: Instituto de Psiquiatria HC-FMUSP

IPq busca voluntários com TOC

voluntario

O Instituto de Psiquiatria do HC-FMUSP está recrutando pessoas com TOC – transtorno obsessivo-compulsivo – que não estejam medicadas / fazendo uso de medicação para o TOC, de 18 a 50 anos, para estudo que avaliará a influência de fatores como traumas, religiosidade e situação socioeconômica no desenvolvimento do TOC, e também pretende identificar marcadores cerebrais associados ao transtorno. Os pacientes poderão receber tratamento gratuito e terão ajuda de custo para transporte e lanche. Será fornecida declaração de comparecimento.

Informações e inscrições para triagem pelo e-mail: protoc.projeto@gmail.com

Fonte: IPq

Voluntários para pesquisa na FSP/USP

O Departamento de Nutrição da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo em parceria com o Instituto de Psiquiatria da Faculdade de Medicina, está selecionando voluntários de ambos os sexos, com idade entre 18 e 50 anos e sintomas de depressão e obesidade para um novo projeto de pesquisa.

POR QUE PARTICIPAR?

  • Você contará com um acompanhamento psiquiátrico e nutricional para o tratamento da depressão e obesidade.

  • Terá a oportunidade de realizar exames de grande relevância clínica
    e que não são feitos rotineiramente.

  • Você irá contribuir para os avanços do conhecimento no tratamento
    da relação entre depressão e obesidade.

 

33333.jpg

Para mais informações e inscrição clique aqui!

Fonte: FSP/USP

Voluntários idosos com depressão unipolar para tratamento no HC/FMUSP

voluntarioIdosos com depressão unipolar

O Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP seleciona homens e mulheres a partir de 65 anos, com diagnóstico de depressão unipolar (forma mais comum da depressão, sem a presença de episódios de mania/euforia/excesso de energia), para participar de estudo no qual será oferecido tratamento por meio de estimulação magnética transcraniana (EMTr).

Não serão aceitos pacientes que já realizaram tratamento com EMTr anteriormente e que tenham algum diagnóstico associado a demências.

Inscrições para triagem e detalhes do tratamento somente pelo e-mail: pesquisa.neuropsiquiatria@gmail.com

Fonte: HC/FMUSP