Ranking THE 2016-2017

Brasil tem o melhor desempenho na América Latina

Confira a classificação das Universidades Brasileiras:

Segundo o ranking da Times Higher Education (THE), publicado na madrugada de hoje (20), o Brasil é o país latino-americano com o melhor desempenho na lista de 2017: das dez primeiras colocadas, cinco são universidades brasileiras.

O país também tem outras 27 instituições listadas. Unicamp fica em primeiro lugar.

Veja as dez melhores universidades da América Latina:

  1. Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) – Brasil
  2. Universidade de São Paulo (USP) – Brasil
  3. Pontifícia Universidade Católica do Chile – Chile
  4. Universidade do Chile – Chile
  5. Universidade dos Andes – Colômbia
  6. Instituto de Tecnologia e Ensino Superior de Monterrey México
  7. Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) – Brasil
  8. Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) – Brasil
  9. Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) – Brasil
  10. Universidade Nacional Autônoma do México – México


Confira a lista completa: https://www.timeshighereducation.com/world-university-rankings/latin-america-university-rankings-2017-results-out-now

Fonte: SIBi/USP

Posição da USP no ranking CWUR (Center for World University Rankings)

A Universidade de São Paulo (USP) é a instituição brasileira com mais citações no ranking do CWUR (Center for World University Rankings) divulgado hoje. A lista classifica universidades de todo o mundo por área de estudo.

São 227 disciplinas contempladas e, para cada uma delas, há uma lista com as 10 universidades que mais se destacam. A metodologia utiliza o número de pesquisas publicadas pelas instituições para ranqueá-las.

A USP ficou em 1º lugar do mundo em odontologia (cirurgia oral e medicina bucal) e também em zoologia. Em outras seis áreas, a instituição também aparece no top 10 mundial, segundo o CWUR:

Área de estudo Posição da USP no ranking
Odontologia – cirurgia oral e medicina bucal
Zoologia
Ciência e Tecnologia de alimentos
Psicobiologia
Entomologia
Medicina Tropical
Matemática Aplicada 10º
Medicina Legal 10º

Fonte: Exame

 

USP ficou na 13ª posição no Brics & Emerging Economies Rankings 2017

Na quarta-feira, 30 de novembro, a consultoria britânica de educação superior Times Higher Education (THE) divulgou o  Brics & Emerging Economies Rankings 2017. A lista classifica as 300 melhores universidades dos cinco países que compõem o Brics – Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul – e de países emergentes como Taiwan, Turquia, Colômbia, Chile e México.

A USP ficou na 13ª colocação, caindo quatro posições em relação ao ranking 2016, quando esteve em 9º. Apesar da queda, a instituição continua sendo a universidade brasileira mais bem colocada. Na lista de 2014, a USP esteve em 11º e, em 2015, em 10º.

As universidades chinesas dominaram o ranking, com seis instituições entre as dez melhores. As primeiras posições ficaram com a Beijing University (1ª colocada), Tsinghua University (2ª) e Lomonosov Moscow State University (3ª).

Ao todo, 25 universidades brasileiras entraram na classificação. As mais bem colocadas foram a USP, em 13º lugar; a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), em 28º; a Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ), em 55º; a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), em 89º; e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), em 117º.

O Brics & Emerging Economies Ranking utiliza os mesmos 13 indicadores de desempenho da classificação mundial do THE, porém adaptados para refletir as características e as prioridades de desenvolvimento das universidades dos países do bloco. Os indicadores são agrupados em cinco categorias — ambiente de ensino, inovação, internacionalização, pesquisa (volume, investimento e reputação) e citações (influência da pesquisa).

saiba mais…

Fonte: USP