Curso de Especialização em Saúde do Trabalhador debaterá o assédio moral no trabalho

O Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (Cesteh/ENSP/Fiocruz) promoverá, no dia 25 de julho, a aula aberta do Curso de Especialização em Saúde do Trabalhador. Com o tema Os ataques à saúde mental de quem trabalha: o assédio moral, a atividade contará com a participação da professora adjunta do Departamento de Saúde Coletiva da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO), Terezinha Martins. A palestra será no salão internacional da ENSP, a partir das 13 horas. Não é necessária inscrição prévia, e o evento é aberto a todos os interessados.

Terezinha Martins esteve na ENSP em 2016, durante as comemorações dos 62 anos da Escola. Na ocasião, a professora falou sobre O assédio moral e sexual e a gestão de instituições públicas. Segundo ela, o assédio moral é maior do ponto de vista numérico e pior do ponto de vista qualitativo no serviço público. “Quando somos assediados, não somente adoecemos: nos matamos ou nos deprimimos. Mas também diminuímos a qualidade do nosso serviço e produção. Portanto, a consequência do assédio a um servidor é dupla, isso visto da ótica do trabalhador e da ótica do serviço prestado à população, que é quem paga nossos salários”, afirmou ela.

Leia aqui a matéria na íntegra.

Fonte: ENSP/Fiocruz

Anúncios

Impacto de drogas psicoestimulantes e antidepressivas é tema de palestra na FMRP

celulasNo dia 25 de julho, às 14 horas, a diretora do programa de pesquisa Intramural do Instituto Nacional de Saúde Mental, do National Institute of Health (NIH), dos Estados Unidos e  ex-presidente da Society for Neuroscience, Susan G. Amara, fala sobre Neurotransmitter transporters and the cellular mechanisms of amphetamines: a presynaptic perspective.

A diretora estuda em seu laboratório o impacto de drogas psicoestimulantes e antidepressivas nas propriedades de sinalização, fisiologia e regulação aguda dos transportadores de aminas biogênicas. Seu grupo também aborda a estrutura, função e fisiologia dos transportadores de glutamato. Este trabalho demonstrou que os transportadores podem servir de funções duplas como transportadores e como canais iônicos de substratos, revelando mecanismos adicionais pelos quais os transportadores regulam a excitabilidade neuronal.

A promoção é do Programa de Pós-Graduação em Psicobiologia da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP) da USP, com coordenação dos professores  Wagner Ferreira dos Santos e José Luiz Liberato.

O evento é gratuito, aberto ao público e não é necessário fazer inscrição. A palestra acontece no Anfiteatro da Faculdade de Direito de Ribeirão Preto (FDRP).

Local:
FDRP – Faculdade de Direito de Ribeirão Preto
Avenida Bandeirantes, 3900 CEP: 14049-907 – Ribeirão Preto – SP

Fonte: USP

 

Programa HumanaMente

O próximo programa HumanaMente, parceria do Instituto de Psiquiatria da USP com a Rádio Band News FM acontece no dia 11/04/2017, das 8h às 12h.

A entrada é gratuita e não é necessária inscrição, basta comparecer 10 minutos antes do início do tema de preferência.

Programação – 11/04/2017 

8h00 –  Política sobre drogas (legalização da maconha) – Prof. Dr. Valentim Gentil               Filho, Titular de Psiquiatria da FMUSP

8h20 –  Políticas de saúde mental – Prof. Dr. Valentim Gentil Filho – Titular de            Psiquiatria da FMUSP

8h45 –  Transtorno cognitivo leve a partir dos 60 anos – Dra. Tânia Alves – Professora Colaboradora em Psicologia Médica do Departamento de Psiquiatria da FMUSP, Médica Supervisora do IPq.

9h30 –   Acompanhamento terapêutico fora do consultório – Dr. Filipe Colombini – Psicólogo, especialista em clínica analítico-comportamental, professor visitante do Programa de Ansiedade do IPq.

10h15 – Terapia da compaixão – Dra. Lina Sue Matsumoto –  Psicóloga mestranda                no Programa de Psiquiatria do IPq, docente no Curso de Especialização em TCC no IPq.

Fonte: IPQ/HC/FMUSP

Especialização em Saúde Mental e Atenção Psicossocial

A Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca está com inscrições abertas, até 17 de abril, para o curso de especialização em Saúde Mental e Atenção Psicossocial.

O curso é coordenado pelo pesquisador Paulo Amarante e é destinado a profissionais graduados que atuem direta, indiretamente ou que tenham interesse no campo da saúde, saúde mental e atenção psicossocial.

As inscrições devem ser feitas na Plataforma Siga Lato Sensu Fiocruz.

O objetivo é fornecer informações para que o aluno efetue análise histórica e crítica da constituição dos saberes e práticas psiquiátricas, além de elementos para analisar e contextualizar a saúde mental e a saúde coletiva no Brasil e embasamento para identificar necessidades territoriais, planejar, organizar e executar ações e projetos de saúde mental no âmbito da saúde coletiva, a partir dos paradigmas propostos pela Reforma Psiquiátrica.
São oferecidas 25 (vinte e cinco) vagas: quinze (15) vagas são destinadas a profissionais que atuam no campo da saúde mental e atenção psicossocial direta ou indiretamente; cinco (5) vagas a profissionais com interesse pelo campo da saúde, saúde mental e atenção psicossocial, mas que não possuam vínculo com a rede de saúde, saúde mental e atenção psicossocial; e cinco (5) vagas destinadas a profissionais de outros Estados e Países.
Fonte: ENSP/Fiocruz

Papel dos nervos simpáticos para saúde muscular

Estudos conduzidos na Universidade de São Paulo (USP) têm mostrado que, ao contrário do que se pensava, o papel do sistema nervoso simpático no tecido muscular vai muito além de controlar o fluxo sanguíneo por meio da contração ou relaxamento dos vasos.

Com o apoio da FAPESP e a colaboração de pesquisadores das Universidades de Mannheim e Heidelberg, na Alemanha, o grupo coordenado pela professora Isis do Carmo Kettelhut, do Departamento de Bioquímica e Imunologia, e pelo professor Luiz Carlos Carvalho Navegantes, do Departamento de Fisiologia, na Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP-USP), demonstrou a importância da inervação simpática para o crescimento e a manutenção da massa muscular e também para o controle dos movimentos.

Os resultados mais recentes da investigação foram publicados na revista Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS).

“Além de contribuir para uma melhor compreensão da fisiologia da musculatura esquelética, esses achados têm implicações no tratamento de doenças neuromusculares, como, por exemplo, as síndromes miastênicas”, disse à Agência FAPESP Luiz Carlos Carvalho Navegantes, coautor do artigo.

A linha de pesquisa voltada a entender como o sistema nervoso regula a expressão de proteínas no tecido músculo esquelético teve início há 23 anos, quando Navegantes se uniu à Kettelhut e ao professor Renato Migliorini no Laboratório do Controle do Metabolismo da FMRP-USP.

Em uma série de estudos publicados entre 2000 e 2014, o grupo revelou o papel anabólico que essa inervação autonômica – que também controla funções como frequência cardíaca, dilatação dos brônquios e motilidade intestinal – exerce sobre o metabolismo de proteínas nos músculos.

Em experimentos com camundongos, o grupo da USP observou que a remoção cirúrgica ou química da inervação simpática no tecido muscular interferia no metabolismo do tecido, induzindo intensa degradação de proteínas e, consequentemente, atrofia muscular.

Os resultados, inéditos na literatura, despertaram interesse do grupo coordenado por Rüdiger Rudolf, na Alemanha. Por meio de um acordo de cooperação firmado entre a FAPESP e a Sociedade Alemã de Amparo à Pesquisa (DFG), teve início em 2012 um projeto colaborativo.

“Graças à parceria com o grupo alemão, foi possível confirmar a nossa hipótese de que a inervação simpática estava presente e funcionalmente ativa na placa motora – região do tecido que gera a contração muscular. Também demonstramos que esses nervos auxiliam a inervação motora a manter a estrutura da placa e controlar as contrações”, contou Navegantes.

“Os colegas brasileiros contribuíram com sua grande experiência em metabolismo de proteínas e em modelos experimentais de ativação e bloqueio das funções simpáticas, bem como na análise bioquímica da atividade simpática muscular. Nós contribuímos com o know-how em produção de imagens in vivo usando biossensores e outras técnicas, bem como com nossa experiência em fisiopatologia da junção neuromuscular. Tem sido um ajuste perfeito e uma interação extremamente agradável”, disse Rudolf à Agência FAPESP.

saiba mais…

Fonte: FAPESP

Livros online gratuitos da área de saúde mental

scielolivrosA Rede c@ps – Projeto de Apoio à Rede de Atenção Integral e Assistência à Saúde Mental coloca à disposição mais de 100 livros da área para download gratuito.

Os títulos podem ser pesquisados de acordo com as categorias: Drogas, Violência, Saúde Mental, Crítica e Políticas Públicas.

Este projeto trata-se de uma ferramenta de divulgação de informações sobre Saúde Mental Integral e foi desenvolvido no Instituto de Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul em 2012.

Para fazer o download dos livros, basta acessar este link!

Fonte: Rede C@PS

Programação do Humanamente

Promessas de ano novo

Quem não faz promessas e traça metas para o ano novo? E como gerenciamos nosso emocional no final do ano, ao fazer um balanço de tudo o que aconteceu ou não?

Este será um dos temas do Humanamente, encontro aberto e gratuito, parceria do Instituto de Psiquiatria do HC/FMUSP com a Rádio Band News FM.

O encontro acontece dia 01/11/2016, das 8h às 12h.

Não é necessária inscrição.

Confira a programação: www.ipqhc.org.br/pag_detalhe.php?categ=Hospital&id=258

Endereço: Rua Dr. Ovídio Pires de Campos, 785 (próximo ao Metrô Clínicas).