Ranking THE 2016-2017

Brasil tem o melhor desempenho na América Latina

Confira a classificação das Universidades Brasileiras:

Segundo o ranking da Times Higher Education (THE), publicado na madrugada de hoje (20), o Brasil é o país latino-americano com o melhor desempenho na lista de 2017: das dez primeiras colocadas, cinco são universidades brasileiras.

O país também tem outras 27 instituições listadas. Unicamp fica em primeiro lugar.

Veja as dez melhores universidades da América Latina:

  1. Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) – Brasil
  2. Universidade de São Paulo (USP) – Brasil
  3. Pontifícia Universidade Católica do Chile – Chile
  4. Universidade do Chile – Chile
  5. Universidade dos Andes – Colômbia
  6. Instituto de Tecnologia e Ensino Superior de Monterrey México
  7. Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) – Brasil
  8. Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) – Brasil
  9. Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) – Brasil
  10. Universidade Nacional Autônoma do México – México


Confira a lista completa: https://www.timeshighereducation.com/world-university-rankings/latin-america-university-rankings-2017-results-out-now

Fonte: SIBi/USP

USP em 10ª posição em Ranking

graficoA USP está entre as 10 melhores universidades na nova edição do ranking mundial que avaliou as 100 melhores em países emergentes.

A USP ficou com a 10ª posição do Ranking Brics e Economias Emergentes 2014, publicado pela revista britânica Times Higher Education (THE). No ranking de 2013, a universidade estava em 11º lugar.

O ranking foi elaborado a partir de informações coletadas pelo Projeto Global de Perfis Internacionais da Thomson Reuters em 22 países, entre integrantes do grupo dos Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) e outros países de economia emergente, como Taiwan, Turquia, República Checa, Polônia, Hungria, Colômbia, Chile, México, Marrocos, Tailândia, Paquistão e Emirados Árabes.

São 13 indicadores de desempenho que cobrem os cinco aspectos considerados centrais para as universidades modernas: renda proveniente de pesquisa, ambiente de ensino, influência da pesquisa, volume de pesquisa e posição no cenário internacional.

Mais informações: site www.timeshighereducation.co.uk

Fonte: Agência USP de notícias