Pacientes que tiveram AVC podem tratar sequelas na FOB/USP

Pessoas que sofreram Acidente Vascular Cerebral (AVC) e tiveram, como consequência, alterações na capacidade comunicacional, podem participar de um projeto da USP em Bauru que propõe um novo modelo terapêutico para o problema.

A Casa da Afasia e a Clínica Escola do curso de Fonoaudiologia da Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB) da USP estão recrutando voluntários para avaliação fonoaudiológica. Podem participar pessoas que tiveram derrame há menos de um ano, que possuam dificuldade para falar após o AVC, que ainda não fizeram terapia fonoaudiológica para fala e com idade igual ou superior a 18 anos.

A inscrição pode ser feita até 1º de setembro pelo telefone (14) 3235-8422 ou pessoalmente na Clínica de Fonoaudiologia da FOB (com Sidnei), das 8 às 12 horas e das 14 às 16 horas, de segunda a sexta.

Local:
Alameda Dr. Octávio Pinheiro Brisolla, 9-75, Vila Universitária
Bauru, SP

Anúncios

IPq/HC/FMUSP busca voluntários saudáveis para pesquisa

Voluntariado-capa

O Grupo de Interconsultas do Instituto de Psiquiatria do HC/FMUSP convida pessoas de ambos os sexos, sendo mulheres entre 40 e 69 anos e homens entre 20 e 59 anos, que não tenham depressão, doença clínica não estabilizada (diabetes, hipertireoidismo, lúpus, etc.) e não façam uso de polivitamínicos ou qualquer medicamento psiquiátrico, para participar de estudo.

Será oferecido um check-up composto por exames laboratoriais (sangue e urina), eletrocardiograma e avaliação da dieta habitual. Os resultados, que incluem avaliação dos níveis de vitamina B12, ácido fólico e selênio, serão repassados aos participantes gratuitamente.

Os interessados devem entrar em contato com Soraya Pimentel ou Angela Bastos – tel.: 11 26617804, de segunda a sexta-feira, das 9h às 13h ou pelo e-mail psicofarmacologia.aplicada@gmail.com

Fonte: IPq/HC/FMUSP