Vaga de estágio para pós-graduação no ICB/USP

| Oportunidade de estágio no ICB |

O Laboratório de Regulação da Expressão Gênica em Eucariotos do ICB acaba de abrir uma vaga de estágio em Splicing de microRNAs e câncer para alunos de Pós-graduação.

Os interessados devem enviar o currículo para a Profa. Dra. Patricia Coltri através do e-mail coltri@usp.br.

Fonte: ICB/USP

Anúncios

Simpósio sobre dor e doenças neurodegenerativas

| Instituto Butantan realiza Simpósio sobre dor e doenças neurodegenerativas |

O Centro de Toxinas, Resposta-Imune e Sinalização Celular do Instituto Butantan realizará, no dia 7 de dezembro, o seu 5º Simpósio. A edição deste ano tem como tema “Pain and Neurodegenerative Diseases: State of the art and future perspective”.

O objetivo do encontro é discutir alguns aspectos da dor e das doenças neurodegenerativas que tem se tornado cada vez mais comuns na saúde pública mundial.

O evento ocorrerá às 9h no Auditório do Centro de Difusão Científica do Instituto Butantan e será ministrado em inglês. A entrada é gratuita e aberta ao público.

Para se inscrever na programação da manhã basta responder a este formulário https://goo.gl/hcWRWJ. As palestras que ocorrerão durante o período da tarde já estão com as vagas esgotadas!

Para saber mais sobre a programação e os palestrantes, acesse o site: http://www.butantan.gov.br/V-simposito-cetics/programacao/

Local:
Auditorio CDC (Centro de Difusão Cientifica)
Instituto Butantan, Sao Paulo, Brazil
Av. Vital Brasil, 1500
Cidade Universitária

Fonte: Instituto Butantan

Pesquisador propõe uso da espectroscopia de bioimpedância elétrica para diagnóstico do câncer de colo do útero

técnica da espectroscopia de bioimpedância elétrica para detecção de câncer do colo de útero é um caminho que a indústria da saúde e a ciência têm perseguido para fazer diagnósticos mais rápidos, precisos, baratos e menos invasivos do que os métodos tradicionais. Uma tese de doutorado defendida na Escola Politécnica (Poli) da USP propôs as bases conceituais para um equipamento de baixo custo que possa utilizar essa técnica para o diagnóstico da doença.

O colombiano Jose Alejandro Amaya Palacio já desenvolveu em seu país um protótipo preliminar de equipamento que tem esse objetivo, entretanto, não conseguiu atingir as especificações mínimas necessárias, pois usava componentes de “uso geral”. Veio para o Brasil para aprofundar os estudos e tornar o seu sistema mais preciso. A tese Gerador de sinais para aplicação da espectroscopia de bioimpedância elétrica na detecção de câncer foi orientada pelo professor Wilhelmus Adrianus Maria Van Noije, do Departamento de Engenharia de Sistemas Eletrônicos (PSI) da Poli.

Segundo o docente, a principal estratégia recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para o diagnóstico do câncer do colo de útero é o rastreamento. São feitos exames em pessoas aparentemente saudáveis, em busca de um diagnóstico precoce. O problema é que o custo do rastreamento é muito alto. “Além disso, 80% dos casos desse tipo de câncer são registrados em países em desenvolvimento, o que justifica nossa preocupação acadêmica e social com o assunto”, afirma.

saiba mais…

Fonte: USP

Terapia Genética poderá ser utilizada para tratamento de leucemias

A rádio USP de Ribeirão Preto realizou entrevista com o professor da Faculdade de Medicina da USP e diretor da Fundação Pró-Sangue Hemocentro de São Paulo, Vanderson Geraldo Rocha, sobre a Terapia genética utilizada nos EUA para tratar pacientes com leucemia aguda.

O método, ainda em fase experimental, consiste na retirada dos linfócitos T e em sua modificação a partir de vetores virais. A leucemia é uma doença cancerígena na qual as células da medula óssea se proliferam de forma desorganizada na corrente sanguínea. Os tratamentos mais comuns são quimioterapia e transplante da medula óssea. No entanto, a FDA (Food and Drug Administration), agência que regulamenta o uso de medicamentos nos Estados Unidos, autoriza o uso da terapia genética em casos de linfoblásticos, mais recorrentes na infância.

De acordo com o professor, o método ainda é experimental e consiste em retirar os linfócitos T. A ideia é modificá-los usando vetores virais que alteram o DNA dessas células. Assim, as partículas extraídas tornam-se aptas para combater as cancerosas, que levam à leucemia. A técnica é usada em último recurso, quando não há outra forma de cura.

O médico explica que o procedimento é caro e, diferente do Brasil, os pacientes dos EUA são inseridos com frequência em protocolos de pesquisa científica. No entanto, ele afirma que a Fundação Pró-Sangue e o Serviço de Hematologia, Hemoterapia e Terapia Celular do Hospital das Clínicas (HC) tem como objetivo trazer a terapia genética para o Brasil. Não existe nenhum centro médico que faça uso dessa prática na América Latina.

Acesse o áudio da entrevista aqui!

Fonte: Jornal da USP

 

Novo número da Revista Clinics já está online

A Revista Clinics, publicação destinada aos pesquisadores e profissionais da área da saúde, acaba de lançar seu novo número (volume 72, número 10, 2017).

O periódico da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) traz artigos, em inglês, relacionados à ciência médica. A nova edição apresenta um estudo de análise da função respiratória em gestantes e a influência do tabagismo; uma pesquisa que avalia o impacto da automatização de um sistema de distribuição de medicamentos em um hospital; investigação sobre o impacto da avaliação genômica nas decisões de tratamento para pacientes com câncer metastático fortemente pré-tratados; entre diversos outros trabalhos.

O conteúdo na íntegra pode ser acessado pelo Portal de Revistas USP.

Fonte: USP

Inscrições para pós-doutorado na FMUSP

O Projeto Temático “Desvendando mecanismos envolvidos no controle glicêmico e nas complicações crônicas do diabetes mellitus: contribuições à saúde humana” dispõe de uma vaga de pós-doutorado na Faculdade de Medicina da USP, com Bolsa da FAPESP.

As inscrições serão recebidas até 30 de novembro de 2017.

A bolsa está vinculada ao desenvolvimento do projeto “Produtos de glicação avançada, estresse de retículo endoplasmático e modulação do transporte reverso de colesterol em artérias humanas com diferentes graus de aterosclerose”, que tem como objetivo desvendar mecanismos que concorrem para o desenvolvimento de doença cardiovascular no diabetes mellitus, com especial atenção no papel dos produtos de glicação avançada e a expressão/conteúdo de proteínas envolvidas na homeostase de lípides em lesões ateroscleróticas humanas em diferentes estágios de evolução.

Os interessados devem ter experiência prévia em metabolismo de lipoproteínas e serem qualificados para desenvolver pesquisas com foco nas complicações macrovasculares do diabetes mellitus, com ênfase em produtos de glicação avançada, estresse de retículo endoplasmático, metabolismo das HDL e remoção de lípides celulares.

Além disso, os candidatos devem ser qualificados e capazes de desenvolver pesquisas que envolvam técnicas de biologia molecular, imuno-histoquímica em artérias humanas, quantificação de produtos de glicação avançada, extração de RNA e DNA, PCR quantitativo e conhecimento de ferramentas de análise de dados. Quanto à formação, exige-se para a vaga candidatos com doutorado ou PhD em Ciência da Saúde, com foco em Fisiologia e Metabolismo.

Os candidatos devem enviar currículo atualizado, carta de apresentação indicando a razão de interesse na bolsa, com um breve relato de sua experiência, e duas cartas de referência para a professora Marisa Passarelli (m.passarelli@fm.usp.br), coordenadora do projeto.

Fonte: FAPESP

EDUSP promove a Festa do Livro da USP

Organizada anualmente pela Edusp desde 1999, a Festa do Livro da USP é um evento que procura aproximar editoras e leitores, oferecendo livros de qualidade a um preço especial.

Em 2017, a 19ª Festa do Livro acontecerá nos dias 28, 29, 30 de novembro e 1º de dezembro, das 9 às 21 horas.

Local: Avenida Prof. Mello Moraes, travessa C – Cidade Universitária

Fonte: EDUSP