USP está entre as 200 melhores do mundo no ranking ARWU

USP é a única da América Latina entre as 200 melhores do mundo

O Academic Ranking of World Universities (ARWU), elaborado pela consultoria chinesa Shanghai Ranking Consultancy, classificou a USP entre as 200 melhores universidades do mundo e a instituição latino-americana mais bem colocada, ficando no grupo entre a 151ª e a 200ª posição.

O ranking, divulgado no último dia 15 de agosto de 2017, avaliou mais de 1.300 instituições e classificou as 500 primeiras.A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e a Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp) ficaram no grupo entre a 301ª e a 400ª posição. A Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) ficaram no grupo entre a 401ª e a 500ª posição.
A listagem completa pode ser conferida no site do ARWU.
Publicado desde 2003, o Academic Ranking of World Universities (ARWU) é considerado um dos precursores dos rankings universitários. A classificação utiliza seis indicadores para avaliar as instituições, incluindo o número de ex-alunos e docentes ganhadores de Prêmios Nobel, número dos pesquisadores mais citados, número de artigos publicados nas revistas Nature e Science, número de artigos indexados no Science Citation Index – Expanded e Social Sciences Citation Index e a performance de pesquisa per capita relativa ao tamanho da instituição.
Fonte: USP

Revistas da USP integram o Emerging Sources Citation Index (ESCI) da Web of Science

O Programa de Apoio às Publicações Científicas Periódicas da USP [1], vinculado ao Sistema Integrado de Bibliotecas (SIBiUSP), promove ações que estimulam o aperfeiçoamento, a preservação e a profissionalização das publicações científicas periódicas editadas oficialmente por unidades, órgãos de integração e órgãos complementares da Universidade de São Paulo. Por meio da Comissão de Credenciamento do Programa [2] mantêm o apoio técnico e financeiro para que as Revistas USP alcancem a excelência científica e o reconhecimento nacional e internacional. Todas as revistas editadas pela USP e credenciadas pelo Programa estão disponíveis no Portal de Revistas da USPque garante o acesso aberto a textos completos de 170 títulos.

Atualmente, treze revistas editadas pela USP estão indexadas nas bases de dados emblemáticas da Web of Science, conforme apresentado na Tabela abaixo. Agora, seis revistas editadas pela USP foram adicionadas ao Emerging Sources Citation Index (ESCI), a mais nova base de dados da Web of Science: Caracol, Linha D’Água, Literatura e Sociedade, Revista de Direito Sanitário, Sala Preta e Via Atlântica. No total, são 19 revistas USP indexadas na Web of Science. 

Revistas da USP na Web of Science

Fonte: SIBiUSP

USP promove o nex0

A Agência USP de Inovação – AUSPIN promove, de 28 a 31 de agosto, a segunda edição do nex0.

O tema será biomedicina e profissionais das áreas da saúde, medicina e biotecnologia estarão presentes para debater sobre o futuro de seus campos frente ao empreendedorismo.

No nex_Biomed, serão discutidos desde alimentação saudável para o exercício e bem-estar humano até tecnologias que permitem inovações na maneira de se fazer medicina.

O evento é gratuito. As inscrições podem ser realizadas pelo link: https://www.sympla.com.br/nex-biomed__168636/

Local:
Arena Santander – São Paulo, SP
Av. Prof. Luciano Gualberto, 730, Praça dos Bancos, Cidade Universitária
São Paulo, SP

Fonte: USP

USP abre inscrições para Programas de residência na área da saúde

inovaçõesDe 20 de julho a 17 de agosto, a Fuvest recebe inscrições de candidatos interessados em participar dos Programas de Residência em Área Profissional da Saúde da USP, nas modalidades uni e multiprofissional, período letivo 2018 a 2020. As normas do processo seletivo foram estabelecidas pela USP por meio da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária e da Comissão de Residência Multiprofissional (Coremu).

Essa residência é uma modalidade de ensino de pós-graduação lato sensu destinada às profissões da saúde, sob a forma de curso de especialização. Ela é caracterizada por ensino em serviço, com carga horária de 60 horas semanais, incluindo plantão, e duração mínima de dois ou três anos anos.

Poderão participar os candidatos que concluíram ou venham a concluir, até o dia 1º de março de 2018, bacharelado em um dos seguintes cursos de graduação: Biomedicina, Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Física, Física Médica, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Medicina Veterinária, Nutrição, Odontologia, Psicologia, Serviço Social e Terapia Ocupacional, e que, até o dia da matrícula, obtenham a inscrição definitiva ou provisória no respectivo conselho regional de classe, sempre que for aplicável.

A taxa de inscrição é de R$ 265,00 e deve ser feita na área Usuários do site da Fuvest. O processo seletivo terá duas fases. A primeira será constituída de prova objetiva, realizada nos municípios de Bauru, Ribeirão Preto e São Paulo, no dia 3 de setembro.

A segunda fase – realizada obrigatoriamente no município que sedia a primeira (ou única) opção do candidato – é composta de duas etapas: etapa 1, prova dissertativa, ocorrerá em 8 de outubro, e a etapa 2, análise curricular presencial, de 9 a 11 de outubro.

Serão oferecidas 211 bolsas, divididas em 11 agrupamentos. Cada candidato poderá concorrer, em sua área profissional, a até dois programas ou áreas de concentração de um mesmo agrupamento. A residência prevê ainda uma bolsa para os classificados no valor de R$ 3.330,43 que será custeada pelo Ministério da Saúde.

Os programas de residência da USP têm carga horária total mínima de 5.760 horas, com atividades teóricas e práticas e devem ser cursados em regime de dedicação exclusiva, não sendo permitido desenvolver outras atividades profissionais no período de sua realização.

Mais informações: site http://www.fuvest.br

Da Assessoria de Imprensa da Fuvest

Faculdade de Saúde Pública da USP abre inscrições para Pós-graduação

A Faculdade de Saúde Pública (FSP) da USP está com inscrições abertas para o processo seletivo para seus Programas de Pós-Graduação Mestrado/Doutorado para o 1º semestre 2018.

Um dos programas: o Programa de Pós-Graduação Nutrição em Saúde Pública, traz quatro linhas de pesquisa: Técnicas e métodos diagnósticos na avaliação nutricional e alimentar de indivíduos e populações; Frequência, distribuição, determinantes e consequências de distúrbios nutricionais na população brasileira; Formulação e avaliação de intervenções nutricionais; e Caracterização, avaliação e formulação de alimentos para nutrição e promoção da saúde humana. Veja aqui o edital completo.

Ainda há dois outros programas: Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública no primeiro semestre de 2018; veja aqui o edital; e o Programa Pós-Graduação em Ambiente, Saúde e Sustentabilidade; acesse aqui o edital. As inscrições custam R$ 200,00 e devem ser feitas até o dia 18 de agosto no site.

Fonte: USP

Acesso gratuito ao Journal of Global Oncology

O periódico Journal of Global Oncology (JGO) da American Society of Clinical Oncology está disponível online para a comunidade USP ou acesso VPN.

O JGO pode ser acessado em http://ascopubs.org/journal/jgo

A American Society of Clinical Oncology – ASCO publica o principal journal na área de Oncologia Clínica do mundo, o Journal of Clinical Oncology, JCO, líder em citações na área e a maior referência para oncologistas do mundo todo.

Fonte: Biblioteca FMUSP

Professores da FMUSP recebem medalha

O Artigo dos professores Francisco Carnevale, Alexandre Iscaife, Eduardo Yoshinaga, Airton Moreira, Alberto Antunes e Miguel Srougi, da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP), acaba de receber a Medalha dos Editores 2017 da Revista da Sociedade Europeia de Radiologia Intervencionista Cardiovascular (CVIR).

O trabalho traz os resultados preliminares de uma comparação entre dois tratamentos para a hiperplasia benigna (aumento de volume) da próstata: a embolização da artéria prostática (PAE) e a ressecção transuretral da próstata (TURP).

O estudo aponta que as duas técnicas são seguras, eficazes e produzem melhora de sintomas semelhante, porém a TURP está relacionada a melhores resultados urodinâmicos e a maiores efeitos adversos. A medalha premia o melhor artigo científico do ano de 2016.

O artigo Transurethral resection of the prostate (TURP) versus original and PErFecTED prostate artery embolization (PAE) due to benign prostatic hyperplasia (BPH): preliminary results of a single center, prospective, urodynamic-controlled analysis é resultado de uma pesquisa desenvolvida entre a disciplina de Urologia e o Departamento de Radiologia da FMUSP.

Todos os anos, desde 2003, o Conselho Editorial da CVIR escolhe publicações do volume anterior para outorgar a Medalha dos Editores. Os vencedores são selecionados por meio de uma pesquisa entre todos os membros do conselho e inclui apenas submissões originais e experimentais. O texto pode ser acessado na íntegra neste link (em inglês).

saiba mais…

Fonte: Jornal da USP