IPq/HC/FMUSP busca voluntários com TDAH para pesquisa

Crianças pré-escolares com transtorno de déficit de atenção e hiperatividade

O Instituto de Psiquiatria do HC/FMUSP busca crianças pré-escolares com idade entre 3 anos e 11 meses e 5 anos e 11 meses, que apresentem sintomas como desatenção, agitação, impulsividade, desorganização e dificuldade de concentração, para estudo no qual será realizado diagnóstico e oferecido tratamento para os casos confirmados. É necessário que a criança tenha um responsável legal com disponibilidade para acompanhá-la uma vez por semana, durante 14 semanas. Inscrições e informações:
www.estudomappa.com.br
Tel.: 11 2661-7895
coordenacao@estudomappa.com.br

Fonte: IPq/HC/FMUSP

Anúncios

Einstein recruta voluntários com Síndrome de Down para pesquisa com memantina

Objetivo é testar eficácia, segurança e tolerância de medicação na melhoria da memória e outras funções cognitivas

O Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa (IIEP) do Einstein recruta voluntários com síndrome de Down para pesquisa. O objetivo é avaliar a eficácia, segurança e tolerância da memantina na melhora da memória e outras funções cognitivas.

Para participar do estudo o indivíduo precisa:

– ter o diagnóstico de síndrome de Down (trissomia livre ou translocação completa do cromossomo 21);

– capacidade para engolir cápsulas do medicamento (não será permitido tomá-lo fragmentado ou abrindo a cápsula);

– ter boa saúde (hipotireoidismo, diabetes, cardiopatias ou outros problemas de saúde mais comuns nesta população devem estar controlados);

– capacidade de se expressar de maneira satisfatória (não é necessário falar bem, mas é importante se comunicar para os testes aplicados por psicólogos);- não ser portador de doença psiquiátrica ou neurológica;

– não pode fazer uso de medicamentos que tenham ação no sistema nervoso central;- não pode ser gestante;

– ter um parente ou cuidador que forneça informações sobre o participante e possa acompanhá-lo em todas as visitas planejadas (entre 5 ou 6 visitas ao Einstein).

As inscrições podem ser feitas pelo e-mail: estudosd@einstein.br. É necessário informar: nome, idade, telefone e melhor horário para contato da nossa equipe. O envio do e-mail não é garantia de participação na pesquisa! Aguarde o contato da equipe Einstein.

Saiba mais sobre a pesquisa

A memantina é uma medicação aprovada há mais de 10 anos para o tratamento da doença de Alzheimer, mostrando-se segura nesta população.  Na síndrome de Down foi testada em modelos animais e em poucos estudos clínicos. A pesquisa atual é conduzida pelo Hospital Israelita Albert Einstein em parceria com a Case Western University, em Cleveland, Estados Unidos. 200 participantes serão recrutados, sendo 100 em São Paulo pelo IIEP.

A pesquisa tem duração de 16 semanas – período no qual o voluntário irá tomar a medicação e será acompanhado pela equipe do Einstein.  Cerca de 5 ou 6 encontros serão realizados para consulta médica, coleta de exames e a aplicação de testes neuropsicológicos. O voluntário não terá custos para participar do estudo.

Modelo de pesquisa

O modelo da pesquisa é duplo cego controlado por placebo. Neste tipo de pesquisa, a metade dos participantes toma a medicação de estudo e a outra metade toma um placebo (cápsula igual ao da medicação, mas sem principio ativo). Este modelo é a maneira mais precisa para estudar a eficácia e a segurança de uma medicação.

Fonte: Einstein

EEFE/USP busca voluntários idosos para pesquisa

voluntarioPesquisa de doutorado desenvolvida na Escola de Educação Física e Esporte (EEFE) da USP procura voluntários com mais de 60 anos para passar por um treinamento de força. Podem participar homens ou mulheres.

O objetivo é investigar se o aumento da quantidade de exercício (volume de treino) promove maior ganho de força e massa muscular em idosos. Os voluntários realizarão exercícios com pesos na sala de musculação da EEFE, localizada na Av. Professor Mello Moraes, 65, bloco D, 3º andar, na Cidade Universitária, duas vezes por semana.

Além do exercício supervisionado, os participantes terão como benefício o acesso a avaliação nutricional, e aumento do tamanho e da força muscular.

Mais informações:
Tel.: (19) 98111-8115 e (11) 3091-8796
e-mail exercicioidosos@gmail.com

Fonte: Jornal da USP

Pacientes que tiveram AVC podem tratar sequelas na FOB/USP

Pessoas que sofreram Acidente Vascular Cerebral (AVC) e tiveram, como consequência, alterações na capacidade comunicacional, podem participar de um projeto da USP em Bauru que propõe um novo modelo terapêutico para o problema.

A Casa da Afasia e a Clínica Escola do curso de Fonoaudiologia da Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB) da USP estão recrutando voluntários para avaliação fonoaudiológica. Podem participar pessoas que tiveram derrame há menos de um ano, que possuam dificuldade para falar após o AVC, que ainda não fizeram terapia fonoaudiológica para fala e com idade igual ou superior a 18 anos.

A inscrição pode ser feita até 1º de setembro pelo telefone (14) 3235-8422 ou pessoalmente na Clínica de Fonoaudiologia da FOB (com Sidnei), das 8 às 12 horas e das 14 às 16 horas, de segunda a sexta.

Local:
Alameda Dr. Octávio Pinheiro Brisolla, 9-75, Vila Universitária
Bauru, SP

IPq/HC/FMUSP busca voluntários saudáveis para pesquisa

Voluntariado-capa

O Grupo de Interconsultas do Instituto de Psiquiatria do HC/FMUSP convida pessoas de ambos os sexos, sendo mulheres entre 40 e 69 anos e homens entre 20 e 59 anos, que não tenham depressão, doença clínica não estabilizada (diabetes, hipertireoidismo, lúpus, etc.) e não façam uso de polivitamínicos ou qualquer medicamento psiquiátrico, para participar de estudo.

Será oferecido um check-up composto por exames laboratoriais (sangue e urina), eletrocardiograma e avaliação da dieta habitual. Os resultados, que incluem avaliação dos níveis de vitamina B12, ácido fólico e selênio, serão repassados aos participantes gratuitamente.

Os interessados devem entrar em contato com Soraya Pimentel ou Angela Bastos – tel.: 11 26617804, de segunda a sexta-feira, das 9h às 13h ou pelo e-mail psicofarmacologia.aplicada@gmail.com

Fonte: IPq/HC/FMUSP